4 formas naturais de afastar os morcegos da sua casa

Os morcegos podem ser importantes pro ecossistema e também danosos para propriedades e a saúde das pessoas. Como afastá-los sem prejudicá-los? Veja aqui!

Uma imagem contendo animal, mamífero, morcegoDescrição gerada automaticamente

Legenda Veja como evitar os morcegos

Conviver com morcegos certamente não é uma tarefa fácil. Eles podem chegar facilmente a centenas de indivíduos em espaços pequenos e, na maioria das vezes, invadem áreas do imóvel como o forro de telhado ou um sótão.

Quem já conviveu com o movimento de uma colônia acima da cabeça, enquanto tenta dormir, sabe bem como é angustiante – principalmente se não tiver certeza de que não há uma passagem desconhecida para o quarto!

Por outro lado, eles não representam uma ameaça física se não forem atacados, ajudam a replantar árvores e vegetais menores com as sementes que deixam cair no solo e se alimentam de insetos que poderiam virar uma praga sem a presença dos morcegos.

É preciso buscar um equilíbrio na relação com esses animais, mas o que fazer quando a situação sai de controle e a infestação está crescendo e colocando outras áreas em risco?

Algumas medidas simples podem ajudar a mantê-los longe da sua propriedade sem que isso represente uma ameaça a eles – devemos lembrar que exterminá-los é um crime ambiental, pois a espécie é protegida por lei.

Vamos falar de 4 formas naturais de afastar os morcegos da sua casa. 

Será que a sua casa está livre de morcegos nesse momento?

Essa é uma pergunta que muitas pessoas fazem todos os dias – especialmente aquelas que moram em casas e nas zonas rurais, mas não se engane: as colônias em áreas de edifícios e nas zonas urbanas são muito comuns.

Isso se deve ao crescimento desordenado das cidades, que avançam em espaços ainda disponíveis em direção do interior, onde ficam as áreas com muita alimentação – frutas, pólen, néctar – e esconderijos perfeitos – cavernas, grutas, matas.

Com isso, eles se aproximam cada vez mais do ser humano e usam espaços construídos, escuros, abandonados, onde possam procriar, repousar durante o dia para sair à caça de noite.

Como você pode verificar se sua casa ou edifício tem morcegos?

Presença de fezes

Verifique se há fezes pequenas e escuras – bem diferente das de pombos e de animais maiores – no entorno do imóvel, em pátios, jardins ou pomares. Isso pode significar que a espécie frugívora está se alimentando na região.

Presença de sangue

Se você tem animais domésticos ou criações – galinhas, porcos, rebanhos – verifique se há sangue no local onde eles transitam, isso pode ser sinal da espécie hematófaga na área!

Lembrando que essa espécie não ataca o ser humano exceto se for ameaçado – como também acontece com os frugívoros e insetívoros.

Possíveis esconderijos

Morcegos sempre buscam locais escuros, que fiquem longe de movimentação de pessoas – de preferência abandonados – e com pouca ou nenhuma ventilação.

Por isso, inspecione áreas como porões, sótãos, terraços, depósitos, garagens, celeiros para verificar se há atividade – presença de fezes, odores estranhos e ninhos. 

Mas atenção: se você desconfia que há morcegos em um local mas não conseguiu ver atividade deles em voo, saindo ou entrando, faça a verificação à noite, com uma fonte forte de iluminação e usando camadas de roupas e luvas. 

Essa é a hora que eles estão procurando alimento e a luz vai espantá-los. Além disso, a roupa servirá como uma barreira de proteção de um eventual contato.

Um cuidado essencial

Se você está vendo morcegos em voo e agindo durante o dia, principalmente se estiver em área rural ou com animais, eles podem estar infectados com a raiva e desorientados – o que é um sintoma da doença. Procure com urgência o serviço de zoonoses da sua região!

O que fazer se um morcego entrar em casa?

Essa é uma situação cada vez mais comum nas áreas urbanas – que muitas vezes são antigas zonas rurais que foram urbanizadas. 

Não existe uma invasão a um lugar da casa que é frequentado regularmente – uma sala, por exemplo. Não interessa aos morcegos o convívio com humanos – na verdade somos uma ameaça para eles.

Porém, principalmente na primavera e no verão, quando um filhote ainda inexperiente com o sistema ultrassônico que possui, entra sem querer na sua casa. Em dias de chuvas muito fortes, isso também pode acontecer.

Nesses casos, o primeiro gesto é manter a calma, pois o animal estará mais nervoso que você, se sentindo ameaçado e pode atacar. Em seguida:

  1. Abra todas as portas e janelas para que ele tenha opção de fuga;
  2. Se não funcionar, jogue em pano grande e pesado sobre ele para desorientá-lo;
  3. Tente empurrá-lo com uma vassoura para dentro de uma caixa ou balde que possa ser fechado rapidamente;
  4. Acione um serviço público para recolhê-lo.

Procure telar as suas janelas, pois pode existir uma colônia próxima e os episódios se repetem, principalmente em quartos escuros nos dias de calor.

A seguir, vamos falar de dicas naturais para afastar os morcegos da sua residência e que podem ser tanto preventivas quanto corretivas – nesse caso dependerá de cada situação. Elas não representam risco de morte para a espécie, que é protegida por lei.

Sapatos em cima de um cobertor azulDescrição gerada automaticamente

Legenda Veja maneiras naturais de evitar morcegos

01 – Feche e repare passagens para áreas escuras do imóvel

Essa é uma medida preventiva, se você avistou morcegos ou tem relatos de colônias próximas. Portanto, é importante cuidar dos lugares onde eles podem se instalar:

  • Espaços entre forro e telhado
  • Sótãos e porões
  • Fendas em paredes, principalmente de pau-a-pique
  • Chaminés
  • Calhas
  • Caixas de ar condicionado e persianas
  • Telhados

O ideal é fechar acessos às áreas com telas de material resistente a chuvas e corrosão, checar se não há janelas e portas quebradas e fechar buracos ou fendas com argamassa.

02 – Use repelentes naturais de morcegos

Existem substâncias naturais que são verdadeiros repelentes para a espécie e que podem funcionar muito bem – individualmente, claro.

  • Naftalina
  • Canela em pó
  • Fragrância de eucalipto
  • Folhas de hortelã-pimenta
  • Fenol

Para isso, devemos ter alguns cuidados:

  • Não usar em ambientes de repouso de pessoas, pois representa incômodo e risco (no caso da naftalina e do fenol) se estiver em grande concentração;
  • O ambiente deve ter pouca ventilação para que o odor fique concentrado;
  • Aplicar uma boa quantidade é proporcional ao tamanho da área;

Pendure tiras de tecido com as bolinhas de naftalina nelas. Nos demais produtos, basta espalhar na área a ser protegida. É fundamental que elas sejam substituídas ou repostas com frequência.

E a aplicação deve ser à noite, quando eles estiverem fora.

03 – Use objetos brilhante e reflexivos

Objetos brilhantes e que reflitam qualquer facho de luz, principalmente uma artificial e constante que for possível, são grandes inimigos da espécie, porque desorientam a ecolocalização que eles precisam usar para voar e pousar.

  • Folhas de papel alumínio
  • Espelhos com uma fonte de luz permanente, mesmo pequena, para refletir e criar um ambiente que incomode a praga;
  • Bolas brilhantes como as de enfeites de Natal surtem efeito.

04 – Use espantalhos para espantar os morcegos

Aqui não precisa ser os espantalhos de plantações – e nem deve ser, porque o objeto deve se movimentar mesmo com pouca corrente de ar.

Os balões de hélio e balões grandes funcionam muito bem, presos a um ponto. Terão o mesmo efeito de perturbar a ecolocalização dos animais.

Cuidados para espantar os morcegos

Como falamos anteriormente, os morcegos se tornam agressivos e atacam se sentirem ameaçados. Portanto, é preciso ter alguns cuidados:

  • Crie ou mantenha uma rota de fuga para eles, do contrário eles podem se estressar e buscar um ambiente mais confortável dentro da sua casa;
  • A rota de fuga deve ser fechada assim que você tiver certeza de que os indivíduos não estão mais retornando;
  • Todas essas medidas devem ser executadas à noite;
  • Vista roupas protetoras, luvas grossas e viseira.
Uma imagem contendo banco, de madeira, cerca, ao ar livreDescrição gerada automaticamente

Legenda formas naturais evitar acabar com os morcegos

E se os morcegos já criaram colônia no seu imóvel?

Nesse caso, o ideal é seguir os passos abaixo, sempre tomando as precauções para não ter contato com os animais, que podem se tornar agressivos.

  1. Localizar os acessos de entrada e saída, que podem ser diferentes;
  2. Aguardar a saída deles para vedar provisoriamente os acessos com tapumes, objetos;
  3. Providenciar uma limpeza profunda no ambiente – sempre evitando o contato com as fezes;
  4. Implementar uma ou algumas das soluções naturais, especialmente de luz;
  5. Reabrir o espaço – os indivíduos não retornarão mais;
  6. Providenciar o telamento ou fechamento definitivo dos acessos.

Acompanhe um possível movimento da colônia para outro local da propriedade – por esse motivo, a nossa primeira dica é fundamental!

Como podemos ver nesse artigo, as soluções para afastar ou prevenir a entrada de morcegos no imóvel são simples, naturais e de baixo custo. Você pode executar todas sozinho e assim tentar se livrar da presença incômoda deles na sua casa.

Mas não esqueça: eles devem ser espantados, nunca exterminados!

Gostou desse conteúdo sobre morcegos?

Continue navegando em nosso site dedetizadoraonline e veja que temos mais informações úteis! Acesse também o nosso blog, com artigos relacionados e muito atuais.